Olá, mundo!

25 de outubro de 2009 1 comentário

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Categorias:Sem categoria

Previsão de custo do Enem é de R$ 145,1 milhões

Contrato com novas organizadoras da prova sai por R$ 99,9 milhões, segundo informações do Diário Oficial

Do R7

O MEC (Ministério da Educação) informou ao R7 que a previsão total de gastos do Enem é de R$ 145,1 milhões, somando impressão, logística, vigilância e custos do cancelamento da prova. O valor corresponde ao número de alunos inscritos no exame (4,1 milhões) multiplicado pelo preço pago pela taxa da prova, de R$ 35.

O custo é maior do que o já contratado até agora para a realização da prova após o seu cancelamento, de R$ 131,8 milhões. Só o acordo com as empresas Cesgranrio e Cespe/UnB vai custar R$ 99,9 milhões, segundo informações publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (22). O contrato com as organizadoras de prova foi feito em caráter emergencial após o cancelamento do Enem no dia 1º de outubro, devido ao vazamento da prova.

O custo da impressão, embalagem e manuseio da nova versão do exame vai sair por R$ 31,9 milhões, segundo contrato firmado com a gráfica RR Donnelly Moore em 14 de outubro. O gasto total previsto, entretanto, é maior porque inclui custos de antes do cancelamento do Enem e depende de despesas com transporte e logística, segundo a assessoria do MEC.

Há, ainda, os custos de devolução da taxa dos candidatos que desistiram de fazer o Enem. O ministério não divulgou ainda um balanço da quantidade de alunos que abandonaram a prova.

O Enem foi remarcado para os dias 5 e 6 de dezembro, após constatado o vazamento do exame. O resultado da prova deve ser divulgado até 5 de fevereiro – antes, a previsão era de sair até 8 de janeiro.

Categorias:Sem categoria

IPI reduzido pode ser prorrogado, diz ministro

21 de outubro de 2009 • 21h56 • atualizado às 21h56

Numa escala de zero a dez, segundo declarou nesta quarta-feira o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, as chances da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os produtos de linha branca ser prorrogada é de oito. Jorge, no entanto, ressaltou que o governo ainda não tomou nenhuma posição final sobre o tema.

“Eu diria que de zero a dez, as chances são de oito”, revelou o ministro ao sair da reunião do Grupo de Acompanhamento da Crise (GAC). Apesar de avaliar que há chances da desoneração ser estendida, Miguel Jorge ressaltou que nada foi decidido. “Mesmo se houvesse uma decisão, nada seria anunciado hoje. Como o IPI reduzido vai até 31 de outubro, o anúncio antecipado reduziria as vendas neste mês”, argumentou o ministro.

Desde abril, fogões, geladeiras, máquinas de lavar e tanquinhos pagam menos IPI. Pelas contas da equipe econômica, a desoneração fez o governo deixar de arrecadar R$ 380 milhões em 2009.

O ministro criticou a estratégia da indústria automobilística ao divulgar a recomposição gradual do IPI para automóveis, que começou neste mês e vai até dezembro. Na avaliação de Miguel Jorge, houve um erro de publicidade que prejudicará as vendas de automóveis em outubro.

“Eles disseram o tempo todo que era os últimos dias do IPI. Em nenhum momento disseram que o imposto retornaria gradualmente. Até perguntei a eles o que fariam quando o desconto acabasse. Eles iam ter que voltar atrás e dizer que o desconto ainda existia, só que menor”, disse o ministro.

Para Miguel Jorge, a manutenção da taxa Selic, que mede os juros básicos da economia, em 8,75% ao ano está dentro do esperado. “Acho que o Banco Central está sendo cuidadoso, como todos os bancos centrais. Ele está querendo observar o crescimento da economia, até porque há uma preocupação já explicitada com a meta de inflação”, afirmou.

Segundo o ministro, seria surpresa se o BC tivesse reduzido os juros. “Acho que o Banco Central está agindo dentro das condições imaginadas. Pela última ata do Comitê de Política Monetária (Copom), seria manchete se a taxa tivesse sido reduzida”, afirmou.

_____________________________
http://noticias.terra.com.br/

Categorias:Notícias

Greve dos bancários chega ao fim na maioria dos Estados

Paralisação prossegue nos Estados do Pará, Amapá, Amazonas, Goiás, Tocantins e em mais algumas cidades

Maíra Teixeira, da Central de Notícias

SÃO PAULO – A maioria dos bancários da Caixa Econômica Federal encerrou a greve nesta quarta-feira, 21, dia em que a paralisação completou 28 dias. A decisão foi tomada após aprovação em assembleias em todo o País, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf), de nova proposta feita pelo banco.

A Caixa se comprometeu a pagar reajuste salarial de 6%, sendo 1,5% de aumento real e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) que varia entre R$ 4 mil e R$ 10 mil. A Caixa avançou se comprometendo a contratar 5 mil bancários e a conceder abono de R$ 700 na folha de janeiro.

Continuam em greve, por não aceitar a proposta os Estados do Pará, Amapá, Amazonas, Goiás e Tocantins e as cidades do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense, Porto Alegre, Camaquã (RS),Chapecó (SC),Pelotas (RS),Santa Maria (RS),Santa Cruz (RS). Ainda não decidiram e terão assembleia amanhã as cidades de Itaperuna (RJ),Ponta Porã (MS) e Teresópolis (RJ).

Uma audiência de conciliação entre a direção do banco e representantes dos bancários chegou a ser marcada para a manhã desta quarta-feira, no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. Mas a audiência foi adiada à pedido das duas partes para que os grevistas pudessem avaliar a nova proposta.

_________________________
http://www.estadao.com.br

Categorias:Notícias

Ministério da Educação mantém data do Enade

Da Agência Estado

O Ministério da Educação confirmou hoje a realização do Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade) para o dia 8 de novembro, apesar das denúncias de que poderia ter havido vazamento de provas.

Em nota, a empresa Consulplan, responsável pela impressão e distribuição do Enade, explicou que o material identificado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) era de provas destinadas a deficientes visuais e estava acompanhado por um funcionário de confiança da empresa.

O material do Enade foi encontrado pela PRF em uma caminhonete, na altura da cidade de Três Rios (RJ), em uma fiscalização de rotina. Havia caixas de testes na caçamba do veículo e na parte da frente. De acordo com a Consulplan, as caixas continham principalmente folhas de respostas, que não são sigilosas.

“Um dos funcionários que acompanhava o transporte das provas é justamente seu diagramador, seu fiel depositário, e havia acompanhado na gráfica a impressão das avaliações para os portadores de necessidades especiais e se encontrava no veículo justamente para proteger o material. As quatro caixas, inclusive, encontravam-se junto a este funcionário na cabine do veículo”, diz a nota da empresa.

Este ano, 1,1 milhão de alunos das áreas de Administração, Arquivologia, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Design, Direito, Estatística, Música, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo, Teatro e Turismo, além de duas áreas novas: Estatística e Relações Internacionais. O Enade, no entanto, serve para avaliar as instituições e os cursos, e não os alunos.

Para os estudantes, a presença é necessária para garantir o registro do diploma pelo Ministério da Educação, mas a nota não é registrada no histórico escolar.

Categorias:Notícias

MEC afirma que provas do Enade não foram violadas

Da Agência Estado

O Ministério da Educação (MEC) informou que não houve violação de sigilo das provas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) – que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) -, marcadas para o dia 8. Ontem, um caminhão da Consulplan, que organiza a prova, foi parado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município fluminense de Três Rios e, segundo agentes, as provas não teriam lacre de segurança.

O MEC afirmou que dois funcionários da Consulplan transportavam de São Paulo para a sede da empresa, em Minas Gerais, folhas de respostas e quatro caixas de provas ampliadas para alunos com necessidades especiais. “Os cadernos de provas ampliados estavam acondicionados em caixas e seguiam junto com outras caixas contendo folhas de respostas que não eram de cunho sigiloso.” O veículo foi liberado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

Categorias:Notícias

Estudante já pode consultar local de prova do Enade 2009

Exame será realizado no dia 8 de novembro, às 13h (horário de Brasília).
Participam todos os ingressantes e concluintes das áreas selecionadas.


Do G1, em São Paulo

A consulta aos locais de prova do do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), que avalia o ensino superior, foi liberada nesta segunda-feira (19). Os candidatos devem acessar o site http://enade.inep.gov.br/enadeConsulta.

Na edição deste ano, todos os alunos do primeiro e do último ano das áreas selecionadas farão o Enade, que acontece no dia 8 de novembro, às 13h (horário de Brasília).

Serão avaliados os cursos de graduação em administração, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, ciências econômicas, comunicação social, design, direito, estatística, música, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teatro e turismo, e mais duas áreas novas: estatística e relações internacionais.

Também serão avaliados, pela primeira vez, os cursos superiores de tecnologia em design de moda, gastronomia, gestão de recursos humanos, gestão de turismo, gestão financeira, marketing e processos gerenciais.

São considerados ingressantes aqueles estudantes que, até o dia 1º de agosto, tiverem concluído entre 7% e 22% da carga horária mínima do currículo do curso. Concluintes são aqueles que, até o dia 1º de agosto, tiverem concluído pelo menos 80% da carga horária mínima do currículo do curso ou que tenha condições acadêmicas de conclusão em 2009.

Não precisarão fazer o Enade os estudantes que tiverem colado grau até o dia 31 de agosto e aqueles que estiverem oficialmente matriculados e cursando atividades curriculares fora do Brasil na data de realização do exame.

Os estudantes ingressantes e concluintes que deveriam ter feito o Enade, mas não o fizeram, deverão regularizar a situação participando da edição 2009.

Categorias:Notícias