Início > Economia > Olimpíada no Rio exigirá investimento de ao menos US$ 14,4 bi

Olimpíada no Rio exigirá investimento de ao menos US$ 14,4 bi

Veja as principais obras que deverão ser feitas na cidade para abrigar os Jogos de 2016

Por Giseli Cabrini | 02.10.2009 | 13h49

No discurso em que defendeu a candidatura do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil era a única das dez maiores economias do mundo que nunca havia organizado os Jogos, que os países emergentes se fortaleceram na crise e que já era a hora de a América do Sul ter a chance de promover o maior evento esportivo mundial. O discurso convenceu a maioria dos países, mas a oportunidade que foi dada ao Rio traz consigo enormes desafios.

As cifras de uma Olimpíada são bilionárias tanto do ponto de vista dos investimentos quanto do retorno financeiro. Segundo o governo, os Jogos podem gerar 51,1 bilhões de dólares em negócios e criar 120.000 empregos durante a fase de preparativos. Já os recursos necessários para o planejamento e construção de instalações esportivas e obras gerais de infraestrutura são estimados em 14,4 bilhões de dólares. O montante é bem próximo ao que será gasto por Londres nas próximas Olimpíadas (15,8 bilhões de dólares), mas muito inferior ao Orçamento de Pequim 2008 (US$ 40 bilhões). O problema é que, a julgar pelos sucessivos estouros de orçamento do Pan 2007, não é possível saber qual é o verdadeiro tamanho da conta.

A favor do Brasil está o aproveitamento da infraestrutura que está sendo erguida para a Copa de 2014. É muito provável que o Rio seja a sede da final do mundial de futebol, o que obriga a cidade a realizar pesados investimentos em infraestrutura, transportes e segurança. Estão previstas a reforma do estádio do Maracanã, a revitalização da zona portuária, a criação do bilhete único para reduzir o tempo e o custo do transporte público, a construção de corredores rodoviários e linhas de trens e metrô e a expansão do aeroporto internacional Antônio Carlos Jobim.

Obras de infraestrutura em andamento*
Valor/R$ (milhões)
Corredores rodoviários
3.200
Transporte ferroviário (trens e metrô)
5.500
Expansão e modernização do aeroporto Antônio Carlos Jobim
964
Revitalização da zona portuária
500
Fonte: Secretaria de Estado de Turismo, Esporte e Lazer (SETE)
*As obras referem-se ao que será feito para atender a demanda da Copa de 2014

(Continua)

Categorias:Economia
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: