Início > Administração (Parte I) > Como administrar as finanças

Como administrar as finanças

Por Suyen Miranda

Faça suas finanças pessoais saudáveis com atitudes inovadoras, para quem vive sozinho, com família ou com sua pequena empresa

A consultora Suyen Miranda, especializada em Saúde Financeira e Qualidade de Vida, afirma que a qualquer tempo é possível ter atitudes capazes de melhorar as finanças individuais ou familiares, e mesmo empresariais. Para isso, a consultora listou ações práticas para cada um dos três perfis:

Para quem é sozinho ou não tem dependentes:

* Inove levando com você somente os documentos necessários e uma quantia em dinheiro capaz de manter o seu dia; pense que com dinheiro a mais no bolso fica fácil gastar além da conta, e no seu cotidiano não acontecerão fatores desagradáveis que possam induzir em mais despesas. Seja econômico no dia a dia.
* Inove olhando detalhadamente seus armários, guarda-roupas e gavetas, pois com certeza ali estão roupas e objetos que não estão em uso e foram até esquecidos, e podem ser adaptados ao seu dia a dia sem incorrer em novas compras. Por vezes há roupas que precisam de conserto e foram deixadas de lado. Organize roupas, alimentos, papéis para dar espaço a coisas novas e prósperas.
* Inove seu orçamento com algo que você possa fazer para gerar um dinheiro extra, que pode ser oferecer o trabalho de digitação de currículos, revender cosméticos, aulas particulares ou dotes culinários. Muita gente consegue sair do sufoco financeiro com esta renda extra de trabalhos feitos fora do horário convencional do emprego, com sucesso.
* Inove começando uma poupança simples, que pode ser aberta a partir de dez reais, e pense que ela é como uma caixa de prosperidade: quanto mais se coloca, mais ela proporciona resultados. Mantenha o hábito mensalmente.

Para quem tem um núcleo familiar e/ou dependentes:

* Inove propondo desde já um desafio, que é economizar nem que sejam trinta reais mensais; para isso todos podem contribuir usando menos a eletricidade e mais a luz natural, reduzindo o consumo de TV e outros eletrônicos, sendo mais racional no uso da água e energia. Outra idéia é listar o que será o menu da família e com isso utilizar integralmente os alimentos.
* Inove propondo fins de semana diferentes juntando todos em atividades participativas, que podem ser gincanas com as crianças, passeios ao ar livre – qualquer coisa que não implique em ir a centros de compras e consumo – visitas a museus e parques que normalmente são gratuitos ou não tem custo. Na internet há centenas de opções de programas divertidos a preço simbólico ou gratuito. Sem falar que há postos de internet gratuitos em diversas cidades brasileiras.
*Inove sugerindo que o celular seja usado mais para envio de mensagens do que longas conversas. O sistema de mensagens é bem mais barato e eficaz para informar o que é necessário sem precisar gastar minutos caros em telefonemas.
*Inove criando um plano com toda a família para que cada um realize um pequeno desejo com a economia alcançada, que pode ser desde a ida a um restaurante novo, um novo jogo, roupas novas (mas tudo comprado à vista, sem gerar despesas), e fazer disso um programa com prazo e objetivos claros, para que todos se empenhem em fazer sua parte na economia da família.

Para quem tem uma empresa:

* Inove observando o cotidiano, a rotina da empresa e o que ela está trazendo de resultados; há muita gente que se habitua a simplesmente “fazer o que tem que ser feito” e não observa a rotina de trabalho. Veja se há desperdícios, se os preços dos serviços ou produtos estão coerentes com o mercado, a concorrência, e analise o que pode ser feito para aumentar a solicitação de clientes para seus produtos e serviços.
* Inove vencendo a barreira de enfrentar os custos e mesmo débitos pendentes da empresa, colocando tudo numa planilha e vendo o quanto será necessário para sanear dívidas e reduzir gastos. Faça isso antes de pensar em demitir pessoas ou fazer cortes que podem afetar sua produção ou qualidade dos serviços prestados.
* Inove reunindo sua equipe de trabalho – que pode ser somente você ou uma pessoa, não importa – e estabeleça um plano estratégico claro de crescimento do seu negócio. Isso não é coisa somente de grandes empresas, mas ao alcance de qualquer um, seja o mais simples negócio. Analise o que precisa ser feito para a prosperidade de seu trabalho.
* Inove controlando o desperdício de recursos – por vezes a rotina que você tem no dia a dia não deixa tempo para nada, mas convenhamos, sempre há uma perda de tempo com conversas desnecessárias, emails engraçados, e outras coisas que distraem muito e reduzem seu tempo produtivo. Veja se isso acontece com você ou com a equipe, e procure incentivar um comportamento mais inteligente no uso do tempo e dos recursos disponíveis, para que a prosperidade tenha mais lugar em sua empresa e em sua vida.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: